Volta às aulas: como fazer a lancheira das crianças?

Hoje é o último dia de férias! (uhul!) e ontem recebi uma mensagem bem carinhosa de uma seguidora lá do Instagram,  a Alyne, que dizia que não via a hora de começar a aula dos pitucos aqui de casa para acompanhar as lancheiras! A filhinha dela vai entrar na escolinha e ela disse que está um pouco perdida com o assunto! São muitas dúvidas!

Que potinhos comprar, o que colocar, a quantidade…

Eu o espaço seria pequeno para escrever no ig, por isso resolvi fazer um post aqui no Blog!

Bom, vamos começar pelos potinhos… Ao longo dos anos eu acumulei esses potinhos aí da foto, mas, você NÂO PRECISA de tudo isso, com certeza! A quantidade exata vai depender de quantos lanches você manda, por exemplo, se seu filho vai só meio período, ele faz 1 lanche na escola, se vai integral, faz 2. Eu acho que ter uns 2 “joguinhos” de potinhos é suficiente.

“joguinho” = 1 recipiente para fruta +1 recipiente para lanche + copo térmico ( se vc fizer suco natural).

Onde levar?

  1. Esse potinho de ursinho comprei da Daiso Japan , tem 2 andares, fica bem fechadinho, mas ocupa muito espaço na lancheira, não uso com freqüência.
  2. Esses quadradinhos também são da Daiso Japan, e são ótimos! São os mais usados por aqui, os tamanhos são ótimos, e de ótima qualidade.
  3.  Esse potinho é da Sassy, muito, antigo, era usado na IA do Pedro! Acabei reutilizando para lancheira!
  4. São aqueles potinhos da First Years onde eu porcionava papinha! Agora uso nas lancheiras também!
  5. Esses são novos, ainda não usei, mas achei muito interessantes pelas divisórias! Comprei na Etna e vinha num joguinho com 3 potes!
  6. Essa é outra marmitinha da Daiso Japan, essa divisória é removível, e eu uso bastante na lancheira!
  7. Esse é novo, comprei em Santo Amaro numa dessas lojas de bugingangas de casa, e me chamou a atenção pelas divisórias!
  8. Copo térmico Pequeno Principe da Tok Stok. Era o único copo que eu tinha, pois Enrico não usava ( vou explicar abaixo). Para levar suco é bem importante que o copo seja térmico! O único problema dele é que frequentemente o Pedro chegava como uniforme todo manchando de suco porque derrubava na hora de abrir…foi por isso que comprei os itens abaixo!
  9. Copinhos térmicos Munchkin. Comprei na Ri Happy. Pedro não curtiu muito porque é muito de “bebezinho” (rs) mas eu procurei feito louca garrafinhas térmicas que tivessem canudo (ou bico), e foi isso que achei! Ainda vou continuar procurando, porque ele não ficou muito feliz, mas o importante é que a garrafinha cumpra seu papel! Esse ano PRETENDO mandar mais suco natural, e precisa ser em recipiente térmico.
  10. Sanduicheira da SanRemo
  11. 12. 13. Potinhos da Plasútil, muito muito usados por aqui! Tem vários tamanhos, e são bem práticos para a lancheira.
  12. Essa é aquela linha da Plasultil tbem que eu uso para guardar o iogurte caseiro. Esse maiorzinho eu uso quando vou mandar a granola, pra ter espaço para misturar.
  13. Esse potinho é fundo e ótimo para colocar futas inteiras, como ameixa, pera, e não amassar.
  14. Sanduicheira que comprei no Parque da Mônica!
  15. Potinhos que vem na lancheira da Sestini, tbem uso bastante.
  16. Esse é novo, nunca usei, é da Tupperware, material diferenciado e amei ter divisórias.
  17. Potinho em forma de estrela, são desses que vende naquelas gôndolas de supermercado, onde tem formatos de frutas, etc…

 

O que levar?

Bom, isso é bem pessoal, porque depende do que seu filho está acostumado a comer. Eu priorizo sempre que tenha uma fruta, um carboidrato, e as vezes um suco, ou iogurte natural caseiro.

O lanche da escola faz parte da alimentação do seu filho! Ele deve ser saudável! Isso não é “modinha” sabe, é preocupação com a saúde da criança. É triste ver o quanto de gordura saturada, sódio, açúcar e outras coisas que as crianças comem diariamente.

Eu sempre escuto aquela frase “eu sobrevivi”… mas eu sinceramente não crio sobreviventes! Eu, Larissa, sobrevivi, mas tenho problemas de pressão arterial, de funcionamento renal, e alguns outros… não estou atribuindo tudo isso à alimentação, mas ela faz parte de todo o processo. Eu quero o melhor, em termos de saúde para os meus.

 

Qual a quantidade?

Isso vai depender também do seu filho.

O Enrico por exemplo, no ano passado, que estava no berçário, levou no primeiro semestre só frutas. Mas porque só fruta? Porque os horários do lanche era intermediários aos das principais refeições. E a intenção era que fosse realmente só um lanchinho. Se ele se entupisse de comer, atrapalharia o almoço. Mais pro segundo semestre, a professora disse que ele acabava o lanche rápido e queria comer dos amigos… então comecei a mandar mais alguma coisinha, pedindo pra SEMPRE dar a fruta primeiro.

Nesse ano, ele ja vai começar a levar um lanche maior, porque hoje come mais. Porém, eu não gosto de fazer lanches exagerados, porque aqui em casa, os dois tomam café da manhã. O lanche é um lanche mesmo, não uma refeição. 

Mas na sua casa pode ser diferente, seu filho pode não ter o hábito de tomar café da manhã, e acabar chegando na escola com fome…

Abaixo algumas fotinhos de lancheiras dos meninos do ano passado. Você pode conferir muitas outras, inclusive com receitas, lá no instagram, na tag #lancheiradospitucos

A lancheira do Enrico sempre tinha 2 frutas porque ele faz 2 lanches na escola. Pedro só faz 2 lanches 1x na semana.

Nem sempre consigo mandar suco natural, nesse caso, uso muito suco de caixinha 100%. São sucos mesmo, não néctar de frutas. Sem adição de açúcar, sem conservante. Costumo usar as marcas: Do Bem, Soul Integral e Campo Largo. Além disso, mando sempre água de coco, tanto a que tiro do coco em casa, como as de caixinha. Lembrando de observar na embalagem qual delas tem APENAS a água do coco.

Uma dica para o suco natural é bater a polpa, e congelar em porções ( uma boa opção é a forma de gelo, ou até copinhos de café descartáveis). E colocar esse “gelo” no copo térmico e completar com água. Na hora do lanche é só chacoalhar. Eu procuro adoçar os sucos (quando precisam) com mel ou outras frutas doces. Não uso açúcar.

Procuro mandar o menos industrializados possíveis, mas quando preciso, procuro escolher opções “mais saudáveis”, com menos ingredientes “antes”, integrais, sem açúcar, sem conservantes, etc…

Bom gente, aqui tem algumas dicas de como EU FAÇO, o que não quer dizer que seja a única maneira, ou A MANEIRA CORRETA DE FAZER. É mais uma inspiração, para que você tenha idéias e adeque à sua família, ao seu filho, à sua rotina!

Gostou? Então compartilha, você me ajuda e ajuda outras pessoas que pode usufruir das informações!

 

Larissa Paganini

Larissa Paganini, mãe do Pedro (7 anos) e do Enrico (1 ano). Formada em Hotelaria, e Pós Graduada em Eventos, descobriu o melhor da vida: cuidar dos seus filhotes. Apaixonada por culinária,chocolate e cheiro de filho!

4 Comentários para "Volta às aulas: como fazer a lancheira das crianças?"

  • Drika 27 de janeiro de 2017 (15:11)

    Nota dez! Eu pego sempre suas dicas, Mh grande inspiradora hahaha. Na escolinha da minha Malu, tias do berçário sempre elogiam e eu falei de você e Mari de Mami e Mais dando seus blogs p elas e mães tb.

  • Carol Lira 7 de março de 2017 (21:01)

    Adorei seu blog! Tenho um filho de 1 ano e meio e essas dicas de como preparar a lancheira vão me ajudar muito. Obrigada!

Clique para Comentar!