Por que consumir produtos orgânicos?

Para começo de conversa: O que são produtos orgânicos?

De uma maneira simplificada e de fácil entendimento, são aqueles produtos (de origem vegetal ou animal) que não utilizam de produtos químicos ( agrotóxicos ) ou hormônios para o seu desenvolvimento. No caso dos vegetais, o solo deve ser livre de adubos químicos, pesticidas, e sementes transgênicas. Já os animais, não devem fazer uso de hormônios de crescimento, antibióticos ou anabolizantes.

Além de produtos de qualidade, benéficos à saúde, o cultivo orgânico preserva o solo, que fica mais fértil, e livre de toxidades.

 

10 motivos para consumir orgânicos

  1. Evita problemas de saúde causados pela ingestão de substâncias químicas tóxicas. Pesquisas e estudos tem demonstrado que os agrotóxicos são prejudiciais ao nosso organismo e os resíduos que permanecem nos alimentos podem provocar reações alérgicas, respiratórias, distúrbios hormonais, problemas neurológicos e até câncer.

  2. Alimentos orgânicos são mais nutritivos. Solos ricos e balanceados com adubos naturais produzem alimentos com maior valor nutritivo.

  3. Alimentos orgânicos são mais saborosos. Sabor e aroma são mais intensos – em sua produção não há agrotóxicos ou produtos químicos que possam alterá-los.

  4. Protege futuras gerações de contaminação química. A intensa utilização de produtos químicos na produção de alimentos afeta o ar, o solo, a água, os animais e as pessoas. A agricultura orgânica exclui o uso de fertilizantes, agrotóxicos ou qualquer produto químico; e tem como base de seu trabalho a preservação dos recursos naturais.

  5. Evita a erosão do solo. Através das técnicas orgânicas tais como rotação de culturas, plantio consorciado, compostagem, etc., o solo se mantém fértil e permanece produtivo ano após ano.

  6. Protege a qualidade da água. Os agrotóxicos utilizados nas plantações atravessam o solo, alcançam os lençóis d’água e poluem rios e lagos.

  7. Restaura a biodiversidade, protegendo a vida animal e vegetal. A agricultura orgânica respeita o equilíbrio da natureza, criando ecossistemas saudáveis. A vida silvestre, parte essencial do estabelecimento agrícola é preservada e áreas naturais são conservadas.

  8. Ajuda os pequenos agricultores. Em sua maioria, a produção orgânica provém de pequenos núcleos familiares que tem na terra a sua única forma de sustento. Mantendo o solo fértil por muitos anos, o cultivo orgânico prende o homem à terra e revitaliza as comunidades rurais.

  9. Economiza energia. O cultivo orgânico dispensa os agrotóxicos e adubos químicos, utilizando intensamente a cobertura morta, a incorporação de matéria orgânica ao solo e o trato manual dos canteiros. É o procedimento contrário da agricultura convencional que se apoia no petróleo como insumo de agrotóxicos e fertilizantes e é a base para a intensa mecanização que a caracteriza.

  10. O produto orgânico é certificado. A qualidade do produto orgânico é assegurada por um Selo de Certificação. Este Selo é fornecido pelas associações de agricultura orgânica ou por órgãos certificadores independentes, que verificam e fiscalizam a produção de alimentos orgânicos desde a sua produção até a comercialização. O Selo de Certificação é a garantia do consumidor de estar adquirindo produtos mais saudáveis e isentos de qualquer resíduo tóxico.

Fonte: Ambiente Brasil

 

Porque eu, Larissa, consumo produtos orgânicos em casa?

Eu comecei a consumi-los, por alguns dos motivos acima citados, durante a gravidez do Enrico. Na época do Pedro, a cultura orgânica não era muito difundida. Aos poucos comecei a conhecer feirinhas orgânicas, e a idéia como um todo sempre me agradou.

Apesar de ser uma chocólatra assumida, essa veia saudável pulsa dentro de mim! Sempre gostei de conhecer as novidades saudáveis, e depois que tive o Pedro, procurei manter em casa uma alimentação mais saudável ainda!

Com a gravidez do Enrico e a chegada dos orgânicos, passei a consumi-los em maior quantidade. Li muito durante a gravidez artigos ligando o consumo de resíduos agrotóxicos ao aparecimento de problemas respiratórios alérgicos. Aqui em casa somos todos alérgicos, e Pedro sofre desde o nascimento com muitos probleminhas respiratórios por causa da alergia.

Alguns fatores como genética e clima de São Paulo contribuem, com certeza. Mas porque não tentar diminuir isso se possível, eliminando um dos fatores ( resíduos de produtos agrotóxicos) utilizando uma alimentação orgânica. Quanto de remédio me economizaria se desse certo?

E se não desse… o que eu perdi com isso? Além de ter ganhado em saúde, consumindo produtos naturais e que me beneficiarão em outros aspectos?

Sabemos que a produção orgânica é mais onerosa, não é feita em larga escala, e por isso, o produto chega com um custo alto ao consumidor. Eu mesma fui relutante a aderir aos orgânicos, pelos valores maiores. Mas se pensarmos em longo prazo, que investindo hoje na alimentação, podemos economizar amanhã em remédios… faz algum sentido, não? É uma tarefa difícil em meio à crise que estamos vivendo no Brasil, pois a situação nos impede um pouco de pensar em longo prazo.

Aqui em casa, nem sempre a compra é 100% orgânica, às vezes quero fazer uma receita e não tem o ingrediente no dia no meu fornecedor. Tudo bem, sem crise. Nada de excessos , sem fanatismo.

  • Uma dica que eu dou é, tentar comprar sim os orgânicos, tentando reduzir a quantidade por exemplo que compra, e aproveitando ao máximo todos os alimentos. Inclusive as cascas! Porque não? As cascas são cheias de vitaminas e as de orgânicos, livres de toxidades ( cuidado ao consumir a casa de vegetais não orgânicos, pois muitas vezes é onde há a maior concentração de agrotóxicos)
  • Comece aos poucos. Vá introduzindo na sua lista de compras aos poucos os orgânicos, se achar que vai pesar muito no orçamento, e preste atenção nesses alimentos, em comparação aos outros quando consumi-los.
  • Hábitos de vida tem que ser cultivados, não impostos. Depois que você entender de verdade as vantagens, e tudo que está envolvido nesse processo, você passará a dar VALOR e não CUSTO nesses produtos.
  • Compre em fornecedores de confiança. Eu tenho meu fornecedor aqui em São Paulo em quem confio, o Quitandinha em Casa. Procure na sua cidade fornecedores sérios, comprometidos. Se vai à feirinha de orgânicos, procure saber quem organiza, como funciona, normalmente os organizadores de uma feira séria vão atrás de certificar-se , e só liberam a venda de produtores confiáveis. (infelizmente há os picaretas que se aproveitam das oportunidades para dar golpes, vendendo produtos comuns por orgânicos, fique atento!)

 

Eu quero deixar arraigada em meus filhos a semente da boa alimentação, o respeito pela terra, e pelos agricultores; mas não só isso, quero ficar de consciência tranquila que fiz o possível para deixá-los um planeta habitável, menos poluído, sustentável.

Parece utopia, coisa de “hipponga  paz e amor”, ou naturebas viajantes, mas não é! Precisamos tomar consciência, para conscientizar nossos filhos! Estamos vivendo a era da obesidade, do câncer, da poluição de ar/água/solo… Utopia é viver o hoje sem pensar no amanhã. É pensar que as coisas vão se resolver por si só!

Pense nisso!

Print Friendly, PDF & Email

Larissa Paganini

Larissa Paganini, mãe do Pedro (7 anos) e do Enrico (1 ano). Formada em Hotelaria, e Pós Graduada em Eventos, descobriu o melhor da vida: cuidar dos seus filhotes. Apaixonada por culinária,chocolate e cheiro de filho!

1 Comentário para "Por que consumir produtos orgânicos?"

  • Entrega de Frutas e Verduras em SP | Mami e Mais 20 de maio de 2016 (09:01)

    […] Quitandinha é um site de produtos orgânicos. Conheci por uma amiga minha, a Larissa, do Blog Mommy Care, durante a minha licença maternidade do Yuri. Eu não sou radical com essa questão de orgânicos, […]

Clique para Comentar!