Papinha do Enrico: Dicas de combinações

Sempre que posto as papinhas do Enrico no Instagram, tenho muitas perguntas sobre as combinações, o modo de preparo, etc.

Então aqui vão algumas dicas de como eu faço!

Sempre tiro um dia para fazer 3 ou 4 tipos diferentes de papinhas e congelar. Normalmente faço no final de semana, para aproveitar a ajuda do marido em casa com os meninos e poder me dedicar 100% às comidinhas.

Por que congelo? Porque o meu dia a dia é bem corrido, só tenho faxineira 1 vez por semana, e todo o resto é por minha conta! Então esse foi o jeito mais prático que encontrei para conciliar as tarefas.

Se seria melhor oferecer uma papinha fresquinha todos os dias? Sem dúvidas! Se você tem essa possibilidade, faça! Se você não tem, não se culpe, e não entre nas neuras sobre comidinhas congeladas! O congelamento adequado do alimento consegue manter grande parte de suas propriedades, não há motivo para pânico!

Já faço 3 ou 4 tipos para não dar todo dia a mesma comida, poder variar, e nunca espero acabar as que já tenho, assim dá pra variar mais!

Bom, no dia que vou fazer as papinhas, separo as verduras, legumes, leguminosas(grãos), carnes, tudo em cima da mesa da cozinha para visualizar e ir dividindo o que vou usar com o que.

Então divido as combinações como nas fotos abaixo:

 

 

Algumas combinações e como preparei:

  • Abóbora Cabotchã+carne moída+quinoa vermelha+agrião 

Numa panela refogo cebola e alho num fio de azeite, acrescento a carne, e selo ela todinha, até perder a cor de crua. Acrescento a abóbora, refogo um pouquinho, adiciono a quinoa e cubro com água fervente. Cozinho em fogo baixo até que a quinoa esteja cozida e a abóbora desmanchando (só de mexer com a colhe, já vai ficar cremoso!), daí adiciono o agrião bem picadinho, desligo o fogo e tampo a panela. Ele vai cozinhar só com o calor do creme. Pronto.

 

  • Feijão branco+cenoura+mandioca+quiabo+couve+carne

Para essa preparação eu já tinha feijão branco cozido e congelado, sem tempero, que já havia feito e porcionado para as papinhas. A couve também estava congelada (quando compro já lavo, seco, corto e coloco em saquinho de congelar e levo para o freezer.) A carne também já estava cozida, desfiada e congelada. Coloco em forminhas de gelo, e depois de congelada passo para saquinho de congelar no freezer. A cenoura e o quiabo são orgânicos.

Depois de refogar cebola e alho no azeite numa panela de pressão, adicionei a cenoura picada, o quiabo, refoguei um pouquinho e já juntei a mandioca, o feijão, a carne, e a couve. Juntei água fervente até cobrir, fechei a panela e cozinhei por 10 min depois que pegou a pressão. Poderia ter usado panela comum, só quis acelerar o processo.

 

  • Mandioquinha (batata baroa) branca+chuchu+arroz integral+feijão+peito de frango+agrião

Essa mandioquinha branca comprei para conhecer, ela vem sujinha de terra, precisa lavar com uma escovinha de alimentos antes de descascar, ok! Então refoguei como sempre, cebola e alho no azeite, adicionei a mandioquinha, o chuchu, refoguei. Daí coloquei o arroz, os cubinhos de feijão e o frango. Esses dois já estavam cozidos e congelados, o frango já inclusive desfiado. Adicionei água fervente até cobrir e cozinhei na pressão, para acelerar o processo do arroz integral, que é mais firme. Uns 10 min depois da pressão, depois abre, verifica se cozinhou, e se preciso, termino o processo adicionando um pouquinho a mais de água, mas na panela aberta mesmo. Depois de pronta, como na outra preparação, adiciono o agrião picadinho, e mexo. Ele cozinha no calor da papinha, sem fogo aceso.

 

  • Batata doce+inhame+alho poró+grão de bico+filé de peixe branco+espinafre

Para essa preparação, eu não tinha o grão de bico já cozido, o que prefiro. Então, primeiro cozinhei o grão de bico separado por uns 15 minutos, na pressão. Reservei. Na panela de pressão refoguei cebola, alho e o alho poró no azeite, adicionei a batata doce e o inhame. Daí acrescentei o peixe refoguei tudo. Adicionei o grão de bico, fechei a panela e cozinhei por mais 10 min na pressão. Tirei a pressão, e deixei cozinhado no fogo baixo para engrossar o caldinho, nessa hora adicionei o espinafre (que estava congelado). Tiro o peixe, desfio como garfo e volto para a panela.

 

Algumas observações gerais:

  • sempre uso água fervente nas preparações.
  • não uso sal ainda nas comidinhas do Enrico, e ele não faz falta. O uso dos temperinhos naturais como cebola, alho e ervas, além dos próprios legumes, dão sabor suficiente! Sempre que tenho ervas frescas em casa como manjericão, salsinha, orégano, tomilho, uso nas comidinhas para dar mais sabor!
  • essas papinhas acima são todas no estilo “sopinha/creminho”. Faço também papinhas mais “comidinhas” e você pode encontrar algumas aqui no blog procurando na aba “Receitas” e escolhendo “Papinhas”!
  • Eu coloco as papinhas sem amassar, nos potinhos de congelamento. Prefiro amassar no dia dia de dar, depois de descongelada, porque dependendo do dia, deixo mais pedaçuda, ou mais amassadinha (sempre no garfo). Essa história de dependendo do dia é porque tem dia que o Enrico está mais enjoadinho, por causa do dente, ou com sono, e dai prefiro amassar mais, pra ele comer melhor. Quando ele está bem, disposto, dou com mais pedacinhos para ele mastigar!
  • gosto de ter algumas coisas no freezer já pré-preparadas para agilizar no dia de fazer a papinha: feijão, feijão branco, grão de bico, músculo cozido e desfiado, peito de frango cozido e desfiado, alguns legumes e verduras como:mandioca, abóbora, couve, espinafre, que podem ser guardados já higienizados, secos e picados, ajuda bastante tanto no preparo, como em dias que não tem muito legumes fresquinhos.
  • uso o microondas para o descongelamento. Apesar de algumas pessoas serem contra, minha pediatra disse que só para o descongelamento, não há riscos reais ao bebê.
  • lembrando que essas papinhas acima foram quando Enrico já tinha 9 meses!

 

Bom, espero que tenha ajudado mamães! Ficou com alguma dúvida? Deixe sua pergunta nos comentários!

 

 

 

Larissa Paganini

Larissa Paganini, mãe do Pedro (7 anos) e do Enrico (1 ano). Formada em Hotelaria, e Pós Graduada em Eventos, descobriu o melhor da vida: cuidar dos seus filhotes. Apaixonada por culinária,chocolate e cheiro de filho!

2 Comentários para "Papinha do Enrico: Dicas de combinações"

  • Berna 9 de dezembro de 2015 (02:50)

    Qual a forma de descongelamento? Banho maria ou na panelinha, mesmo?

Clique para Comentar!