Eurotrip com crianças: Portugal – Porto

Este é o primeiro de uma série de posts sobre a viagem que fizemos durante quase um mês pela Europa!

A ideia inicial seria apenas viajar por Portugal, e depois resolvemos mudar e incluir Paris e Londres no roteiro!
Comprei as passagens pela TAP ( que sinceramente não super indico, tudo que você precisa depois de comprar a passagem é difícil, o site tem chamadas para uma coisa e depois quando vai ver é outra, do tipo:”transfira suas milhas e faça Upgrade para executiva”. Depois que transferi, fui informada que o serviço só está disponível para milhas voadas, e não transferidas…entre outras coisas…) então assim, se só der pra viajar por ela, está muito mais barata, ok, senão, escolha outra. Nem o atendimento pessoal dos funcionários vale a pena. Além disso, fique MUITO atento com a pegadinha das passagens baratas sem bagagem despachada. É uma nota depois pra você despachar.

Comprei as passagens chegando no Porto e voltando por Lisboa, pois a intenção era descer de carro e ir visitando outras cidades.
Algumas pessoas me disseram que Porto não era tão interessante, que não valia a pena passar mais de duas noites, e nós tivemos uma impressão completamente diferente.

Adoramos a cidade do Porto!

Reservei hospedagem pelo site Airbnb. Logo na chegada passamos por um apuro, pois o waze mandava entrar numa rua que a gente não conseguia, e não entendíamos como chegaríamos ao apartamento. Foi tenso! O anfitrião havia dito que tinha como estacionar nas ruas próximas, mas não foi fácil achar a rua do apartamento. No fim, achamos um estacionamento pago a uns 300m do apartamento e deixamos o carro lá.

nosso apartamento no porto

Esse apartamento apesar de estar no Airbnb era administrado por uma empresa chamada Porto Concierge. O rapaz que veio fazer o nosso check-in foi muito solícito, bem educado, explicou além do funcionamento do apartamento, sobre a cidade, deu dicas, apontou restaurantes que dão desconto para os hóspedes dessa empresa, enfim…

Passado o susto inicial (que confesso por 40 minutos me deu vontade de pegar o carro, seguir viagem e achar um hotel!) nos estabelecemos e fomos “almojantar”!

A localização do apartamento é ótima. Estávamos a poucos metros do rio Douro, do comércio, de restaurantes… além de ter um mercadinho perto (que tinha de TUDO!)

Nossa primeira refeição foi no restaurante Cantinho do Avillez, do chef português José Avillez, que conheci recentemente por participar de um programa de TV aqui no Brasil.

Adoramos o lugar e a comida, destacando os peixinhos da horta. No Brasil os peixinhos da horta são uma hortaliça que fritam, mas lá é um tipo de vagem empanada e frita. Vi em vários restaurantes em Portugal, e comemos em 3, mas nada se compara ao do Cantinho do Avillez. Comemos nos outros lugares porque Pedro amou e quando via no cardápio, queria, mas não chegava nem perto.

Cantinho do Avillez

Uma vez no Porto, o que que nós adultos, queríamos fazer? Visitar uma cave de vinho do Porto,ué! Muita gente nos disse que por estar com crianças esse tipo de passeio seria difícil,melhor deixar pra lá… mas não foi! Eu fui sem cave escolhida, não sabia direito em que dia encaixaria esse passeio. Atravessamos de Porto a Vila Nova de Gaia, onde ficam as caves pela ponte D. Luis a pé e após atravessar, pegamos o teleférico para descer a região das Caves. Isso já foi o passeio e tanto para as crianças!

*** Uma explicação: Porto fica na beira do Rio Douro e do outro lado do rio fica a cidade de Vila Nova de Gaia, onde as caves se estabeleceram, há muitos anos, lá atrás na historia, devido aos impostos cobrados em Porto.***

Uma vez lá na beira do rio, andamos livremente e escolhemos uma Cave que tinha tour guiado, a Calem.
Escolhemos o tour com degustação de 2 vinhos, as crianças pagam um valor reduzido. Antes de começar o tour, a Calem tem um museu do vinho do Porto, onde conta um pouco da história da região e do vinho, do solo, da produção… as crianças se entreteram vendo o vídeos e numa mesa de aromas que foi super interessante! Antes de abrir a plaquinha pra ver o que tinha em cada buraquinho, cada um cheirava e dava o seu palpite!

A visita em Português ocorreu com uma guia da vinícola, que contou pra gente da história, produção, e curiosidades sobre esse vinho tão delicioso! (eu adoro!)

Os meninos curtiram a visita, prestaram atenção, não ficaram entediados, não atrapalharam a guia, e fiquei feliz de ter seguido meu coração e ter feito um passeio que eu queria, ainda que apenas para adultos!

Outro lugar que adoramos conhecer por lá, apesar de depois termos achando que “fomos assaltados” (rs) foi a Casa Portuguesa, o lugar vende apenas “pastel de bacalhau e vinho do porto” . Lembrando que o pastel de bacalhau em Portugal é o que a gente conhece por aqui como bolinho de bacalhau.

Esse lugar é lindo, e sim, o bolinho é SENSACIONAL, e ainda, o cara juntou 2 ícones portugueses: bacalhau e queijo serra da estrela. Imaginem se não ficou bom? Sim, delicioso! E bem carinho! Mas tem dessas né…eles já montam o negócio para os turistas deixarem seus Euros. O combo bolinho de bacalhau+tacinha de vinho do porto custava 15 Euros!

Ainda em Porto, fomos ao Museu do Descobrimento, que conta a historia de Portugal e do mundo através das navegações. É super interessante, educativo e até lúdico para as crianças, pois a certo momento entramos num barquinho bem estilo a montanha encantada, que vai passando por cenários e contando a história.
Os ingressos para dois adultos e duas crianças, com impostos, custaram 37,40 Euros.

Fãs de Harry Potter que somos, não perderíamos a ida até a Livraria Lello , uma livraria que a autora dos livros frequentava e que inclusive tem as escadas que foram inspiração para as escadarias de Hogwarts.

Sinceramente, é só uma livraria. Apesar de algumas pessoas terem me dito isso, ainda assim, quisemos ir. Mas depois, me arrependi dos 20 euros gastos no ingresso. Se eu comprasse livros, poderia reverter 5 euros em compras por pessoa. Mas como nem tinha espaço na mala…

Já a sorveteria do lado da livraria, Amorino, achei que valeu o gasto!rs

 

Andamos a pé mesmo pela cidade (um dia pegamos um uber, porque em 4 saía mais barato que o ônibus!) mas fique atenção: um dia o Uber não parou e mandou a gente cancelar a viagem porque não transportava crianças.

Bem perto do nosso apartamento, estava a margem do Rio Douro, e ver o por do sol ali, tomar uma bebidinha e comer uns petiscos é um programa bem agradável para o fim de tarde!

 

A pouquinhos metros também da nossa hospedagem, tinha um restaurante chamado The wine Box, um bar, de vinhos e petiscos, que recebeu muito bem as crianças, inclusive com desenho e giz.

Ficamos pouco tempo em Porto,3 noites, havia anotado vários lugares pra ir que não consegui! Mas como era Natal, perdemos metade do dia 24, porque tudo fechava cedo!

Com certeza é um lugar que queremos voltar, e dá pra fazer bastante coisa em 3 dias, mas ainda tem muito mais a fazer!

No próximo post, vou contar sobre Óbidos, uma cidade medieval encantadora!

Print Friendly, PDF & Email

Sem comentários para "Eurotrip com crianças: Portugal - Porto"

    Clique para Comentar!