Disney com Crianças – Viagem longa de avião – Nossa experiência com a LATAM

Uma das perguntas que mais me fizeram desde que coloquei os pés em Orlando: como foi a viagem de avião com o Enrico?

Preciso dizer que foi muito melhor do que eu imaginava!

Eu fiquei os 7 meses (desde a compra da passagem até o dia da viagem) matutando como ele se comportaria. Achando que ele poderia chorar e incomodar os outros, que ele se cansaria do vôo, não entenderia que não dava pra sair… enfim…cabeça de mãe né gente!

E filho sempre gosta de nos contrariar…tô sozinha nessa?

Enrico tirou de letra a viagem. Eu fiz questão que o vôo fosse direto para Orlando. Não sou adepta do esquema avião até Miami e carro até Orlando ( nada contra quem faz, eu que não curto estrada mesmo, e acho que pras crianças acaba sendo mais cansativo depois de 8h de vôo ainda enfrentar 5 horas de carro).

Já viajei com escala trocando de aeronave nos EUA com o Pedro. Não foi um bicho de sete cabeças mas vou te falar que o direto facilita bem. Quando o vôo tem escala, nós descemos da aeronave e temos que passar pela imigração já nesse aeroporto onde estamos entrando no país. E só depois pegar outro vôo. Sempre existe uma tensão porque se a fila da imigração está cheia por exemplo, e a coisa empaca, depois temos que fazer tudo correndo para pegar a conexão . ( ATENÇÃO: SEMPRE CHEQUE O TEMPO ENTRE AS CONEXÕES)

Bom, voamos pela LATAM, que como contei no primeiro post, foi onde abriu uma promoção. Fiquei fazendo pesquisa por 1 mês, em todas as cias aéreas, simulando compra em dinheiro e em milhas, então quando apareceu essa promoção, aproveitei.

(Um aparte, cuidado com GOL! No período de pesquisa, apareciam várias promoções no site deles com preço super atrativos de vôos para Orlando, mas quando você clicava aparecia outra coisa. Daí inclusive liguei várias vezes no atendimento telefônico, e como eu não tinha a hospedagem certa ainda, eu tinha disponibilidade de data. Quando eu falava que queria aquela passagem da promoção, naquele valor, a moça dizia: pra qual data? E eu: qualquer data, a data que estiver esse valor. Daí demorava, demorava, e voltava: não tem nenhuma tarifa nesse valor! E eu: mas está anunciado no site! Conclusão: essa chamada entrou no site deles várias vezes, nunca teve passagem disponível nesse valor, fiz até reclamação na ANAC, que não deu bola…BRASIL né minha gente!)

Mas, voltando à LATAM, gostei muito do serviço. Eu já tinha voado pela American Airlines ( a melhor pra mim) e United para os EUA. ( ah já voei VARIG também…será que conta como parâmetro!?kkkk).

Tirando o atendimento telefônico, que achei bem confuso, com pessoas dando cada hora uma informação (principalmente na volta, pois pegamos o período pré FURACÃO IRMA, viemos embora sábado de manhã e ele chegou em Orlando a noite)todo o atendimento dos funcionários do aeroporto e da tripulação foi ótimo.

Claro que eu adoraria estar na cabine executiva ou primeira classe, mas tive que me contentar com econômica mesmo, então se você vai de executiva, pode parar de ler por aqui mesmo! Rs

O espaço como todos sabem é bem limitado, mas por incrível que pareça Enrico viajou “confortavelmente”.

No embarque de Guarulhos-Orlando ele já estava dormindo. Eu prefiro vôo noturno, porque até eu posso “descansar” um pouco.

 

Fomos com o carrinho até a porta do avião, onde vc deve retirar a criança e deixar o carrinho fechado no local indicado por um funcionário, bem na entrada.

Sobre o carrinho muita gente me pergunta. Olha, quando liguei na LATAM para obter a informação sobre carrinho, a pessoa me disse que os carrinhos só eram permitidos para crianças de colo, menores de 2 anos. Eu achei bem estranho, porque quando Pedro tinha 4 ele ia no carrinho tranquilamente em outras companhias.

Daí vi umas pessoas que sigo no instagram postando viagem pela LATAM, e eu sempre perguntava se foram com o carrinho, e a resposta era sempre que sim. Simplesmente ignorei a informação do atendimento telefônico e fui, e não tive problema nenhum com isso.

Aliás, tinha era muito carrinho nos dois vôos. Inclusive de crianças maiores, e em nenhum momento vi nenhum funcionário questionando nada…

Voltando ao Enrico, quando entramos com ele no colo, achei a poltrona, ajeitei ele deitadinho, cobri com a mantinha que levei , mais a do avião, e assim ele foi dormindo quase que a noite toda. Acordou as 5 e pouco da manhã, e nosso vôo pousava as 7h. Lógico que não foi uma noite confortável pra mim, porque ele se mexia bastante, as vezes não encontrava posição, queria se esticar, etc. Mas no geral foi muito bem.

Nosso avião tinha disposição 2, 3 e 2 bancos. Então na hora de marcar os assentos eu coloquei 2 na frente e 2 atrás, na janela.

É muito importante que você marque seu assento. Vocês não fazem idéia do tanto de confusão que foi no embarque de São Paulo porque tinha família sentadas separadas! Uma mulher fez a maior confusão porque tinha 5 passagens, e 2 estavam juntos e os outros 3 separados, um em cada lugar.

Antes de marcar seu lugar, veja qual o modelo da sua aeronave e minha dica é entrar no site Seat Guru  , onde você pode além de ver o modelo, checar quais lugares estão disponíveis, e verificar quais os melhores e piores lugares (tipo, onde o banco não deita).

 

Sobre a alimentação

Nos dois vôos pegamos 2 refeições. Na ida jantar + café da manhã. Na volta almoço+café da tarde.

Olha, se tem muito mito sobre comida de avião. Mas não estava ruim não.

Não sei se tem alguma coisa a ver, mas a comida da ida (Brasil-EUA) estava melhor do que a da volta ( EUA- Brasil).

Não lembrei de tirar foto da comida na ida…mas comemos um carne super marcia num molhinho saboroso com purê de manquioquinha. Alem disso, vem uma saladinha e sobremesa. Suco, refrigerante, vinho branco e tinto. Havia uma opção de massa também. No café da manhã veio um sanduíche, manteiga, geleia, frutas picadas, café, leite, chá…

No site da LATAM diz que você pode solicitar comida especial para as crianças. Liguei lá antes de viajar para saber a respeito, e fui informada pelo atendimento telefônico que, para bebês eles oferecem papinhas industrializadas ( tipo Nestlé), e para as crianças opções de nuggets, cachorro quente, etc… que eu dispensei!!!!

Lembrei de tirar umas fotos na volta, mas imaginem eu toda espremida, enrico com a cabeça no meu colo, bandejinha aberta com o prato quase em cima dele…rs tensão! tirei a foto e nem conferi… acabou que ficou péssima, mas quis colocar mesmo assim pra terem uma idéia.

escolhi o frango com batatas e vagem – acho bacana os talheres não serem plásticos (detesto!)

Pedro quis o ravioli de quiejo ( ele mesmo fotografou)

o lanche da tarde foi esse sanduiche que queijo e peru ( tava meio seco) e frutas

Enrico não jantou na ida porque estava dormindo, mas quando acordou tomou o tetê e depois o café da manhã. Na volta ele estava dormindo na hora do almoço e eu pedi pra deixar a massinha pra quando ele acordasse, mas ele não quis quando acordou. Depois comeu o lanche do café da tarde.( mas na volta eu trouxe umas snacks na mochila e ele veio beliscando)

Pedro nem preciso dizer né…comeu TUDO, tanto na ida como na volta!

Assunto importante: troca de fraldas!

O trocador do avião, que fica dentro do banheiro, é MINÚSCULO! ( tentem imaginar, se o banheiro já é minúsculo, como é o trocador!!) Não cabia o Enrico nele!

Tive que trocar as fraldas dele no meu banco. Agora, ele só fez xixi… rezei para que ele não fizesse cocô, porque não sei ai, mas aqui, o cheirinho desagradável impestia o ambiente! Já imaginou que chato! Rs  Acontece que, se acontecesse…não teria jeito…ia ter que encarar a cara feia do pessoal, porque simplesmente, NÃO TINHA ONDE TROCAR!

Eu não sei se em outras cias aéreas é do mesmo jeito, aliás, se você souber, conta aqui pra gente!

Alô Companhias Aéreas, vamos começar a pensar mais nos pequenos!?

Print Friendly, PDF & Email

Larissa Paganini

Larissa Paganini, mãe do Pedro (7 anos) e do Enrico (1 ano). Formada em Hotelaria, e Pós Graduada em Eventos, descobriu o melhor da vida: cuidar dos seus filhotes. Apaixonada por culinária,chocolate e cheiro de filho!

Sem comentários para "Disney com Crianças - Viagem longa de avião - Nossa experiência com a LATAM"

    Clique para Comentar!