Disney com crianças – Pré-Viagem

Ai que delicia que é viajar né gente! E viajar pra Disney é um sonho, mas requer um pouco de organização, caso você queira usufruir ao máximo de bons momentos!

A primeira coisa a ser estabelecida: QUANDO IR.

A data da viagem é algo bem particular, depende de vários fatores, como o período em que os pais podem tirar férias, se a criança pode ou não faltar à escola nesse período, enfim.
Aqui em casa, é muito difícil meu marido conseguir tirar férias durante as férias escolares. Então, teríamos que escolher outra época, e já agendar com antecedência as férias dele.
Uma das exigências que meu marido tinha: que estivesse calor por lá, pois nas duas últimas vezes que fomos, pegamos frio! Uma no final de fevereiro/inicio de março, quando comemoramos o aniversário de 4 anos do Pedro, e outra em Dezembro, quando passamos Natal e Ano Novo por lá.

Levei alguns fatores em consideração para escolher o mês, além do clima. Pesquisei em alguns sites sobre o melhor mês em relação a ocupação, pois não queria pegar parques mega lotados (como já peguei no período de Festas), já que dessa vez estaríamos com Enrico, que tem apenas 2 anos e meio!

Quando fomos em março foi um período muito bom em relação a isso. Pegamos poucas filas, conseguimos fazer os dias renderem super bem! Nos parques da Universal acontecia da gente sair da atração e voltar pra fila, porque estava muito vazio! (mas pegamos um frio danado inesperado!) Ah, tivemos sorte de POR ACASO, irmos embora uma semana antes do SPRING BREAK, que é um período de grande movimentação turística por lá! Então se você escolher essa época, se atente a isso.

Bom, então com base nessa pesquisa que fiz, o fim de agosto e o mês de setembro seriam bons, porque é baixa temporada, ainda tem um finzinho de verão, com temperaturas agradáveis, e além não estar muvucado, poderia encontrar boas promoções de baixa temporada.

Ótimo. Sabendo disso, entrei em contato com a escola do Pedro (que já está no terceiro ano do Ensino Fundamental) para avisar da minha intenção da viagem, e saber do calendário de provas, para que ele pudesse viajar tranqüilo, sem prejudicar o andamento escolar. (Eu acho isso muito importante gente, já que resolvemos ficar 2 semanas fora. Alinhar com a escola/professoras as melhores datas, se comprometer a recuperar o tempo perdido com seu filho em casa, é de extrema importância para quem vai viajar por longos períodos)

(aqui estou falando sobre o pré-viagem, nos posts seguintes falarei efetivamente se esse foi o melhor período!)

Bom, acertado isso, vamos à DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA!
Para ir para os EUA, além do passaporte, você deve providenciar o visto americano, e , quanto maior a antecedência, melhor. Você pode clicar AQUI para ver o post onde explico como tirar o passaporte das crianças, e AQUI para ver o post sobre como tirar o VISTO AMERICANO das crianças

PRÓXIMO PASSO: PASSAGENS!
Desde o primeiro dia em que começamos a falar sobre a viagem, eu já comecei a cotar passagens. Resolvemos em Janeiro, e a viagem seria apenas em setembro, mas eu já fiquei de olho. Tentei ver com milhas aéreas, tanto na Azul, como na Latam e na Gol, mas também via os preços das passagens normais.
Todos os dias eu checava, até que um dia surgiu uma promoção na LATAM (e como eu já vinha olhando há algum tempo, e eu sabia os valores), já aproveitei. Compramos as passagens com 7 meses de antecedência.
Um fator determinante pra mim era: vôo direto. Com o Enrico tão pequeno eu não queria ter que ficar fazendo escala, ou mesmo ir até Miami e continuar viagem de carro, como muita gente faz…talvez nas próximas viagens. Nas duas vezes que fomos com o Pedro fizemos escala, e foi tudo bem, mas ele já tinha 4 anos, entendia bem os comandos e sempre foi um anjo! (rs)

PLANEJAR A VIAGEM COM ANTECEDÊNCIA É BEM IMPORTANTE PARA QUEM QUER ECONOMIZAR, QUANTO MAIS PERTO DA DATA DA VIAGEM, MAIS CARAS AS COISAS FICAM.

A partir daí, comecei a levantar orçamentos de hospedagem ( hotéis, casas), ingressos, locação de veículos, etc.

Então veio a dúvida: ONDE SE HOSPEDAR – HOTEL OU CASA?
Já ficamos hospedados nas vezes anteriores em Hotel da Disney e também em casa. Cada um tem sua vantagem.
Desde a última vez que fomos (quando ficamos numa casa, e estávamos em família grande), havíamos planejado que de uma próxima vez, queríamos nos hospedar metade da viagem no Complexo Disney e metade da viagem no Complexo Universal, para poder usufruir das vantagens que os dois complexos oferecem aos seus hóspedes!

Isso era o que tínhamos em mente, mas isso foi antes mesmo do Enrico nascer. Agora, com ele pequeno, fiquei pensando se não seria melhor se hospedar numa casa, onde eu pudesse fazer alguma refeição NUMA EMERGÊNCIA. Porque assim, se Enrico fosse menor, eu faria questão de preparar as refeições e tal…mas com 2 anos e 9 meses, acho que já dá pra comer em restaurante (ele já come no Brasil), e é por isso que eu já tento ensinar a comer de tudo! (Nas duas vezes com Pedro em Orlando eu não tive problema nenhum em relação a alimentação gente! E olha, gosto particular, mas eu não viajo pra ir em restaurante brasileiro!)

Essa decisão entre hotel e casa é muito, muito particular. Porque depende da família, dos hábitos. A gente na Disney quer aproveitar até a última gota!rs Os dias são puxados, tem muita coisa pra fazer, então ficar em casa/ou hotel, nós ficamos muito pouco. Mas eu conheço um monte de gente que prefere casa pra cozinhar, etc. No nosso esquema, indo de manhã pro parque e voltando a noite, fazer a própria comida aconteceria poucas vezes.

Para ajudar na resolução dessa questão, outro ponto entrou em cena: queríamos ficar em um hotel do Complexo Disney para usufruir dos benefícios de hóspedes (vou contar em outro post) e viver a magia 24 horas por dia, e , historicamente, em abril abre uma promoção de Free Dinning Plan (o plano de refeições da Disney, grátis!) para ser utilizado justamente para o período da nossa viagem! Então resolvemos aguardar abril para essa decisão.

Mas,antes disso, já havíamos decidido nos hospedar no outro período em um Hotel da Universal, porque os benefícios oferecidos aos hóspedes são muito bons para quem tem crianças! Um é que você pode entrar no parque Universal e acessar as atrações 1h antes do parque abrir, todos os dias. E a outra, é que, hospedando–se num hotel “premier”, você ganha um “free Unlimited Express pass” para pular as filas das atrações! Talvez você não entenda no que isso implica, mas é economia de tempo e stress com crianças! Ao contrario da Disney, onde os Fast Pass são gratuitos, na Universal você pode adquirir esse passe nas bilheterias do Parque, mas , colocando na ponta do lápis, no nosso caso, nas nossas datas, estava valendo mais a pena ficar hospedados num Hotel do complexo.
A princípio nossa vontade era ficar no Hard Rock Hotel, mas, apareceu uma promoção no Lowes Royal Pacific Resort, e checando as fotos do hotel, achamos que as crianças aproveitariam mais esse hotel, e como ele é da mesma categoria do Hard Rock, e nos daria os benefícios que queríamos, fechamos esse através da Decolar.

Fique atento: o hotel Cabana Bay, apesar de ser do complexo da Universal, não dá direito ao beneficio “Unlimited Express Pass”, apenas os hotéis categoria luxo da Universal oferecem esse benefício.

Abril chegou, e com ele, a promoção da Disney que estávamos tanto aguardando! Fechando o pacote de Hospedagem+Ingressos Park Hopper no próprio site da Disney, o pacote de refeições era de graça! Pronto! Resolvemos então fechar esse pacote (vou explicar melhor no post do hotel), e enfim, nossa hospedagem estava decidida!

LOCAÇÃO DE VEÍCULO
Nós sempre optamos por locar um veículo estando em Orlando. Pela comodidade, ainda mais estando com crianças!
Mas, hóspedes da Disney tem direito a transporte gratuito do aeroporto de Orlando aos hotéis , com um ônibus chamado Disney Magical Express. Além disso, em todos os hotéis tem ônibus que levam os hóspedes dos hotéis os parques e vice versa.
Quando fomos da primeira vez, apesar de ter locado carro, no dia que fomos ao Epcot, meu marido queria tomar uns chops no pavilhão da Alemanha e optamos por usar o transporte interno da Disney (pois ser pego dirigindo depois de beber é muito grave nos EUA!), e ele funciona, mas tem filas (principalmente nos horários de encerramento dos parques), e com crianças não é nada legal!

Fiz várias cotações, em sites como Decolar, direto nas locadoras, mas achei o preço bacana com o pessoal do RUMO A ORLANDO. Fora que só com eles eu conseguia uma opção de locação de pular a etapa do balcão da locadora. Poderia chegar e ir direto para a garagem, fazendo o check in online um dia antes de casa. Nessa hora do balcão da locadora sempre dá uma confusão porque sempre querem te empurrar algo a mais, algum seguro desnecessário, mas que você não sabe, e por medo na hora, fecha! Sem contar as filas que podem ser grandes…
Tudo funcionou direitinho, locamos um carro já com SunPass ( tipo um “Sem Parar” do Brasil), e depois só foi cobrado o que usamos. O preço era compatível ao de outros sites,mas essa vantagem de pular o balcão, eu acho bem bacana. Além disso, você paga em REAIS. Então eu indico sim essa empresa para quem quiser.

COMPRA DE INGRESSOS
Os ingressos dos parques da Disney comprei direto no site da Disney, junto com a hospedagem, que como falei acima, era requisito para conseguir a promoção de Free Dinning Plan.

Já os da Universal, Legoland e I-Drive 360 (Orlando Eye, Museu Madame Tussauds e Aquário de Orlando) comprei também como pessoal da RUMO A ORLANDO, pois na época, o preço estava o mesmo que em outros lugares, mas, ganhava uns e-books que me interessavam, então fechei com eles.

PREPARANDO O ROTEIRO
Esse assunto foi feito aqui nessa etapa de Pré-Viagem, mas vou fazer um post exclusivo sobre ele! Logo estará no blog e coloco o link AQUI!

FAZENDO AS MALAS
A nossa intenção é sempre fazer uma mala enxuta para sobrar bastante espaço para a volta!rs Mas com crianças as coisas complicam né!
Montei looks de cada dia (não por uma questão de moda (rs) mas para facilitar o dia a dia durante a viagem, e comprei sacos plásticos com ZIP já para ficar tudo divididinho! Achei uma ótima alternativa! Além disso, coloquei etiquetas nos saquinhos identificando de quem era a roupa e o dia pra usar! Ok, podem me chamar de louca, mas vocês não fazem idéia de como isso ajudou na viagem! Facilitou muito! Eu já arrumei as malas para cada 5 dias, na ordem, e parece um exagero de organização, mas lá o tempo vale ouro!
Sabe que agora escrevendo, acho que vou fazer um post exclusivo sobre mala também viu…rs

Bom, esse post já ficou grande demais! Mas se você leu até aqui, é porque se interessou! Eu tenho muito mais dicas para dar! Se inscreva no blog para receber notificação de novos posts, porque vem muita dica pela frente! Tenho sempre mais alguma coisa a falar a respeito de cada assunto!(rs)

Print Friendly, PDF & Email

Larissa Paganini

Larissa Paganini, mãe do Pedro (7 anos) e do Enrico (1 ano). Formada em Hotelaria, e Pós Graduada em Eventos, descobriu o melhor da vida: cuidar dos seus filhotes. Apaixonada por culinária,chocolate e cheiro de filho!

Sem comentários para "Disney com crianças - Pré-Viagem"

    Clique para Comentar!